sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

BOMBA H


Buemba, buemba!!! Nã, não...não é Simão...rs
Sei que não fiz minha entrada triunfal, não me apresentei, que mal educada!!! Eu preciso abrir meus posts com o show ao qual fui ontem: Finalmente, no Sesc Pinheiros, um encontro de Alzira Espíndola e Ney Matogrosso. O título remete à parceria desses dois artistas que muito têm em comum no seu repertório, além das vozes inconfundíveis e interpretações do compositor Itamar Assunção.


Confesso que comprei o ingresso meio no escuro por conta da participação do Ney...se ele cantasse apenas uma música, teria valido muito a pena...ainda que ele entrasse, dissesse "Boa Noite" e desse uma reboladinha, a felicidade da noite estaria garantida! A participação do Ney é grandiosa, mas me surpreendi com a Dona Alzira. Gente, que mulher!!!
Fiquei me perguntando por que diabos um cd dela nunca veio parar na minha mão. Eu acho que ela é mais compositora. Sei que vou querer um album dela com a irmã, de nome Anahi...com a Tetê a gente tá acostumado, "caso do acaso bem marcado em cartas de tarôoooot, ô ô...meu amor, nosso amor estava escrito nas estrelas, tava sim!". É aquele brega que todo mundo ama. Daí fui descobrir que ela é mãe da Iara Rennó e Luz Marina, backing vocals do show, que por sua vez são filhas do Carlos Rennó, cujas composições eu amooooooo, mas este é um causo para outro dia...enfim, foi uma experiência incríiiiivel, totalmente inesperada.

Quando o Ney entrou foi aquele burburinho...que voz!!! Fiquei tentando me imaginar num show dos Secos e Molhados, mas seria uma experiência que só poderia ser mesmo vivida.
Cantadas pela dupla, gostei muito de uma música chamada BOMBA H, "...paixão é qual bomba H, seu estopim é o beijo". Teve também Transpiração, Existem coisas na vida e Ai que vontade. A Alzira cantou algumas músicas como Beijos Longos, de um cd que está no forno e deve sair em dois ou três meses. Em destaque, gostei muito de Devagar Comigo...










Devagar Comigo Itamar Assumpção
Devagar comigo que eu sou de barro
Não precisa tapas, nem com flor me bata
Leve-me contigo dentro do teu carro
Um susto me mata, basta uma barata
Não me esculache nunca me despache
Chegue tome conta, pague minhas contas
Depressa me abrace passe-me e repasse
O amor que conta, afinal de contas
Tenho mil caprichos adoro poemas
Faça o impossível, eu sou de cristal
Devagar com isso leve-me ao cinema
Sou um ser sensível, canto coisa e tal
Chegue tome conta leve-me p'ra cama
Nunca mais me largue, grude no meu pé
Um dois três me adoce leve à boca e coma
Pegue-me e guarde, faça o que quiser

Fica a dica do PORTAL SESC CULTURAL, http://www.sescsp.org.br/sesc/, o melhor dos eventos culturais que você vai obter em São Paulo: shows, exposições, teatro, cinema...e tudo por um preço justo.

No meu primeiro post, agradeço aos amigos que já estão nos visitando. Para você, que não nos conhece, Hello Strangerrrrrrrrrr!!

Em breve, escreverei um texto apresentação.
Um bjo

Juliana Cristina

2 comentários:

  1. Arrasou Ju! Adorei o post!
    Vou visitar sempre o blog!

    Parabéns!!!!

    Natalia =)

    ResponderExcluir
  2. Essa menina é muiiiito culta!!
    Bjus Jú!!!
    Bel

    ResponderExcluir